07 dez

O deputado estadual Capitão Wagner (PR) criticou, nesta quarta-feira, 7 de dezembro, a falta de planejamento do Governo do Estado do Ceará nas ações de convivência com a seca. Para o parlamentar, a falta de um “Plano B” vem deixando os cearenses mais aflitos. “Todos nós contamos com as águas da Transposição do Rio São Francisco neste ano para garantir o abastecimento. Mas infelizmente a atual previsão do Ministério da Integração é de que a obra seja concluída somente no segundo semestre de 2017”, lamentou Capitão Wagner.

O parlamentar lamentou ainda que nenhum projeto de reutilização de água tenha sido implantado no Ceará. “Tiveram que dobrar a liberação do volume de água do Orós, já que o açude Castanhão está quase vazio. Somente o Complexo Portuário do Pecém consome dois metros cúbicos por segundo, praticamente um quarto do que é consumido em Fortaleza”, salientou.

Capitão Wagner criticou ainda que o Governo do Ceará gastou milhões em um aquário e em tuneladoras quando poderiam ter financiado um projeto de reutilização da água. “Na situação em que estamos, já não daria tempo, pois levaria um ano para instalar toda a tecnologia que trataria a água. Ou seja, vamos sofrer por falta de proatividade do nosso gestor”, criticou.

Deixe um comentário