19 set

Em pronunciamento nesta terça-feira, 19 de setembro, o deputado estadual Capitão Wagner (PR) repercutiu a vinda do secretário de Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Andre Costa, à Assembleia Legislativa do Ceará nesta quarta-feira, 20 de setembro. Para o deputado, a visita do titular da SSPDS não será diferente da visita de outros secretários. “Vão ser apresentados dados da secretária de Segurança. Espero, sinceramente, que seja diferente em relação aos demais no sentido de que sejam avaliados os resultados, sejam eles negativos, que não são poucos, ou positivos”, disse.

Capitão Wagner lembrou o discurso inicial do mandato do governador Camilo Santana (PT), que dizia que cuidaria pessoalmente da segurança pública do Estado. “Quando os dados de homicídios eram reduzidos em relação aos anos anteriores, o governador estava à frente das reuniões da secretária de Segurança para falar da redução desses números, já diante do aumento brusco da violência, estes dados não são apresentados”, salientou.

O parlamentar reconhece as medidas adotadas pelo Governo do Estado no que diz respeito a contratação de policiais, a compra de novas viaturas, mas ressalta que somente isso não vai reduzir os números da violência no Estado. “O governador Camilo Santana está adotando as mesmas medidas que o governo anterior, e os problemas não vão ser resolvidos,” explicou.

Capitão Wagner questionou a não instalação dos bloqueadores do sinal telefônico nos presídios, já que esse seria um grande passo para a diminuição da violência. “É importante lembrarmos que a Assembleia faz parte do Estado e que está previsto que segurança é dever do Estado, logo é vergonhoso que a Casa Legislativa ainda não tenha dado a sua parcela de contribuição instalando a CPI do Narcotráfico”, ressaltou.

Para finalizar, Capitão Wagner disse que se quiser que ele pare de cobrar a CPI do Narcotráfico é só a Assembleia convocar a imprensa e falar que o pedido será arquivado. “Enquanto a mesa diretora não disser que não tem coragem de abrir a CPI eu vou continuar cobrando diariamente”, concluiu.

Deixe um comentário